Oscar 2013: Naomi Watts

naomi

Naomi Watts não teve vida fácil para se tornar uma atriz de sucesso. Nascida na Inglaterra, ela se mudou com a família aos 14 anos para Sidney, na Austrália. Filha de um técnico de som da banda Pink Floyd e de uma mãe hippie (como ela mesma rotula), Naomi frequentou escolas de atuação desde a adolescência, inclusive, numa delas conheceu uma de suas grandes amigas até hoje: Nicole Kidman.

Após perambular por teatros, participar de produções inexpressivas na TV e no cinema, tentar  carreira de modelo no Japão e até disputar campeonatos de judô, ela foi convidada para ser uma das protagonistas do longa Cidade dos Sonhos, de David Lynch  e, ao lado da sumida Laura Harring, fez muito marmanjo babar ao participar de uma das melhores cenas de sexo lésbico já filmadas.

No projeto seguinte, ela foi atormentada por um espírito maligno após assistir a uma “inofensiva” fita no suspense O Chamado. Mas os grandes elogios vieram mesmo quando Naomi teve a chance de contracenar com o excelente Sean Penn no longa 21 Gramas (2003), do mexicano Alejandro Gonzáles Iñarritu. Com uma atuação profunda, corajosa e desprovida de qualquer beleza e glamour, ela conquistou, pelo filme, uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz, que acabou nas mãos de outra falsa feia daquele ano: Charlize Theron.

King Kong / King Kong

Para relaxar um pouco, ela atuou na comédia romântica À Francesa, formando uma elegante dupla com Kate Hudson. E também soltou uns bons gritos como a bela da vez que caiu nas garras do King Kong, no longa de mesmo nome dirigido por Peter Jackson. Ainda que tenha dividido o espaço com o gigante macaco digital, a atriz conseguiu deixar a sua marca e empregou uma boa dose de dramaticidade em cena.

Em seguida, participou da sequência de O Chamado, mas logo voltou aos dramas formando um convincente casal com Edward Norton, no elegante O Despertar de uma Paixão, produção em que conheceu o seu atual marido, o ator Liv Schreiber. Depois, trabalhou com os conceituados David Cronenberg e Michael Haneke, respectivamente, em Senhores do Crime e Violência Gratuita.

Naomi também se destacou em alguns longas tensos com viés político, como Jogo do Poder, novamente com Sean Penn, e Trama Internacional, dividindo as telas com Clive Owen. Além disso, ela participou do elenco do regular Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos, de Woody Allen.

naomi o impossível

Mas a melhor atuação da sua carreira é mesmo no longa catástrofe O Impossível, do espanhol Juan Antonio Bayona, no qual tem um desempenho de extrema entrega física e emocional e, com toda justiça, volta a concorrer ao Oscar de Melhor Atriz.

Linda, elegante e, principalmente, talentosa, Naomi Watts, atualmente com 44 anos, parece viver o melhor momento de sua carreira. E, além do retorno ao Oscar, transborda felicidade na vida pessoal, desfilando ao lado do marido em praticamente todas as importantes premiações do ano.

Em breve, ela interpretará a Princesa Diana, na biografia Diana, dirigida pelo alemão Oliver Hirschbiegel (A Queda! As Últimas Horas de Hitler). Como se pode perceber abaixo, a beleza de Lady Di será muito bem representada por Naomi Watts.

naomi diana

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Jornalista, fã incondicional de Nick Hornby e coautor do livro inédito Cine Belas Artes: Um Olhar Sobre os Cinemas de Rua de São Paulo. Ainda não viu nada melhor que Asas do Desejo, de Wim Wenders... Mas Beleza Americana chegou perto. e-mail: cristiano@setimacena.com