Oscar 2013: Christoph Waltz

waltz

Ele precisou de apenas um papel para se tornar um dos atores mais interessantes e talentosos da atualidade. Mas, que fique bem claro, não estamos falando de um papel qualquer, e sim do temível e cínico Coronel Hans Landa, do filme Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino.

Com esta atuação sensacional, Christopher Waltz recebeu o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante em 2010, além de ter sido escolhido a Melhor Interpretação Masculina do Festival de Cannes de 2009. Um baita reconhecimento para o ator austríaco que, por mais de três décadas, concentrou a carreira em produções da televisão europeia.

Após a excelente repercussão no filme de Tarantino, Waltz procurou se estabelecer no cinemão de Hollywood. Assim, ele serviu de coadjuvante de luxo em produções meia boca, como o vilão de Besouro Verde, e o dono de um circo em Água para Elefantes, protagonizado por Robert Pattinson e Reese Witherspoon.

hans landa

O ator voltou a se destacar na comédia Deus da Carnificina, do mestre Roman Polanski, na qual interpreta um executivo workaholic e preconceituoso. Mesmo contracenando com os talentosos John C, Reilly, Kate Winslet e Jodie Foster, Waltz foi o ponto alto do elenco, respondendo pelos momentos mais engraçados do longa.

Em 2012, ele retomou a parceria com o seu “padrinho” Quentin Tarantino no subestimado western Django Livre e, como previsto, mais um excelente desempenho. No longa, Waltz interpreta o caçador de recompensas King Schultz, um ex-dentista culto, educado e capaz disparar uma arma com uma rapidez impressionante.

Formando uma ótima dupla com o protagonista (interpretado por Jammie Fox), Christopher Waltz já recebeu neste ano o seu segundo Globo de Ouro de Coadjuvante, e não será nenhuma surpresa se conquistar também a segunda estatueta dourada. That’s a Bingo!

carnage

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Jornalista, fã incondicional de Nick Hornby e coautor do livro inédito Cine Belas Artes: Um Olhar Sobre os Cinemas de Rua de São Paulo. Ainda não viu nada melhor que Asas do Desejo, de Wim Wenders... Mas Beleza Americana chegou perto. e-mail: cristiano@setimacena.com