Oscar 2013: David O. Russell

o.russell

Com uma carreira que já dura quase duas décadas, o cineasta David O. Russel acumulou pouco, mas bons filmes neste período, tornando-se um dos principais nomes do cinema independente americano. Mas o diretor é mais conhecido mesmo pelo seu temperamento explosivo e pelas grandes confusões que costuma arrumar com os atores nos sets de filmagem.

Formado em Ciências Políticas, O. Russel teve o primeiro contato com o cinema com a realização de dois curtas: Bingo Inferno: A Parody on American Obsessions, em 1987, e Hairway to the Stars, em 1990. O primeiro longa-metragem, A Mão do Desejo, estrelado por Jeremy Davies, foi lançado em 1994 sob muitas polêmicas, principalmente por contar com cenas de sexo entre mãe e filho. Ainda assim, a produção recebeu o Prêmio de Público no Festival de Sundance.

No projeto seguinte, a comédia Procurando Encrenca, Russel reunião um elenco numeroso, que contava com Ben Stiller, Patricia Arquette, Téa Leoni, Alan Alda, Mary Tyler Moore, Lily Tomlin e Josh Brolin, para contar outra história de maternidade, que girava em torno da busca do protagonista (Stiller) por seus pais biológicos.

Novamente recebendo boa repercussão da crítica, O. Russell foi convidado a dirigir um projeto mais ousado, Três Reis, longa ambientado na Guerra do Golfo, que retratava a busca de quatro soldados americanos, liderados pelo até então ator de TV George Clooney, por um milionário tesouro no Iraque.

três reis

Apesar de muito elogiado e de figurar nas principais listas de melhores de 1999, este filme ficou mais conhecido mesmo pelas manifestações explosivas de Russel e, principalmente, pelas desavenças com Clooney. Para se ter uma ideia, após o término das filmagens de Três Reis, o ator declarou o seguinte em entrevista coletiva a veículos de imprensa americana: “trabalhar com Russel foi a pior experiência da minha vida”.

Essas manifestações explosivas do diretor, pelo visto, não agradaram muito aos produtores de Hollywood, já que Russell ficou cinco anos “na geladeira”, retornando ao cinema apenas em 2004 com o longa Huckabees – A Vida é uma Comédia.

Mas parece que este castigo imposto pelos figurões do cinema não significou nada para o diretor, pois, durante as filmagens, Russel teve uma discussão séria com a atriz Lili Tomlin, na qual gritou, jogou objetos da mesa dela para o alto, quase agrediu outros membros da produção e praticamente destruiu o cenário.

o vencedor

Após mais um longo período longe das telas, o diretor esquentadinho voltou com tudo com o drama O Vencedor, reunindo um elenco talentoso, liderado por Mark Walberg, Christian Bale, Amy Adams e Melissa Leo. Novamente focando nos conflitos familiares (um dos temas favoritos do diretor), o filme foi o maior sucesso artístico da carreira de Russell, que recebeu a primeira indicação ao Oscar de Melhor Diretor e viu Bale e Melissa saírem da cerimônia de premiação da Academia com os troféus de Melhores Coadjuvantes.

Em 2012, O. Russell retornou com outro projeto de prestigio, a comédia romântica O Lado Bom da Vida, sendo novamente indicado ao Oscar de Melhor Diretor, além de acumular mais uma pelo roteiro do longa. A produção, aliás, foi lembrada em oito categorias no total, e é o primeiro filme, desde Reds (1981), a figurar nas quatro categorias de interpretação, confirmando que O. Russell é um ótimo diretor de elenco.

Atualmente com 55 anos, este talentoso diretor nascido na cidade Nova York já mostrou ter potencial para construir uma brilhante carreira. Basta apenas que David O. Russell aprenda a contar até 10 e, claro, passe a ser lembrado pelos excelentes longas que realiza e não pelos chiliques que dá nos sets de filmagem. Sossega aí, rapaz!

o lado bom da vida

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Jornalista, fã incondicional de Nick Hornby e coautor do livro inédito Cine Belas Artes: Um Olhar Sobre os Cinemas de Rua de São Paulo. Ainda não viu nada melhor que Asas do Desejo, de Wim Wenders... Mas Beleza Americana chegou perto. e-mail: cristiano@setimacena.com