Oscar 2013: Jessica Chastain

Aos 35 anos, Jessica Chastain é uma atriz com uma curta carreira, mas já cheia de trabalhos. Começou em 2004, fazendo participações em séries de TV como Plantão Médico, Veronica Mars, Law & Order: Trial by Jury e Em Nome da Justiça. Além de telefilmes, como Dark Shadows e Barba Negra, com Richard Chamberlain.

Jessica estreou no cinema em 2008, com o filme Jolene, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema Independente de Seatle, onde contracena com Frances Fisher, e seguiu uma carreira sem muitos destaques até 2011, quando explodiu no mundo todo ao participar de seis filmes.

O Abrigo, com Michael Shannon; Coriolano, dirigido por Ralph Fiennes, que também o estrela ao lado de Gerard Butler; Wild Salome, dirigido e estrelado por Al Pacino; e seus dois filmes de maior destaque naquele ano e que levaram a bela ruiva ao estrelato, A Árvore da Vida, de Terrence Malick, e o pavoroso (entenda aqui o motivo) Histórias Cruzadas, longa que lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar, como Atriz Coadjuvante.

A Árvore da Vida

Tanto o contemplativo filme de Malick quanto o moralmente questionável Histórias Cruzadas foram indicados ao Oscar de Melhor Filme e ambos se destacam pelo forte elenco. No primeiro, Jessica contracena com Brad Pitt e Sean Penn, no outro, com Viola Davis, Emma Stone, Bryce Dallas Howard e Octavia Spencer.

Em 2012, Jessica continuou trabalhando muito. Emprestou sua voz a uma personagem da animação Madagascar 3: Os Procurados. Atuou no ainda inédito Tar, com James Franco, Mila Kunis, Zach Braff e Henry Hopper, que foi exibido apenas no Festival de Roma. No drama de gângster Os Infratores, ao lado de Guy Pearce, Shia LaBeouf e Tom Hardy, e, finalmente, em A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow.

No filme, a atriz interpreta a agente da CIA Maya, que faz parte da equipe que está à procura de indícios de onde estaria escondido o terrorista Osama Bin Laden. Com uma atuação excelente e sem exageros, Jessica consegue construir toda a tensão que envolve sua personagem e sua insistência à procura do líder da Al Qaeda.

Histórias Cruzadas

O longa da cineasta de Guerra ao Terror concorre a cinco estatuetas no Oscar 2013, entre elas as de Melhor Filme e Melhor Atriz, para Jessica, que conseguiu sua segunda indicação consecutiva ao prêmio da Academia, além de faturar o Globo de Ouro de Melhor Atriz de Drama pelo papel. Vale lembrar que no ano passado Jessica também foi indicada ao Globo por Histórias Cruzadas, mas perdeu o prêmio para a colega de cena Octavia Spencer, que também ficou com o Oscar.

Em 2013, até o momento, sabemos que a atriz poderá ser vista no terror Mama, e nos filmes gêmeos The Disappearance of Eleanor Rigby: His e The Disappearance of Eleanor Rigby: Hers, longas que contam a mesma história – a de um casal que passa por dificuldades quando a esposa, que será interpretada por Jessica, decide voltar a estudar – a partir de dois pontos de vista, dela e do marido, que será vivido por James McAvoy (X-Men: Primeira Classe).

Será que alguma dessas produções vai ser capaz de dar à atriz uma terceira indicação consecutiva ao Oscar em 2014? Vamos esperar para ver.

A Hora Mais Escura

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Jornalista e crítico de cinema. Coautor do livrorreportagem Cine Belas Artes: Um Olhar Sobre os Cinemas de Rua de São Paulo. Acha O Poderoso Chefão o melhor filme do mundo, mas torce todos os dias para assistir a algum que o supere. Ainda não encontrou, mas continua buscando. E-mail: carlos@setimacena.com // Letterboxd: @CarlosCarvalho