Quem vence o SAG, certamente vencerá o Oscar?

Trapaça ficou com o prêmio de Melhor Elenco no SAG, mas ainda não está garantido para o Oscar

O filme Trapaça, de David O. Russell, venceu neste sábado (18) a principal categoria (Melhor Elenco) do SAG Awards, o prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood. Nessa época de corrida pelo Oscar, é muito comum que se leia por aí que a categoria de Melhor Elenco corresponda à de Melhor Filme do prêmio da Academia. Mas é isso mesmo, produção? Sim e não.

Não é porque a categoria é a principal de uma premiação que ela corresponde EXATAMENTE à outra. No entanto, é bastante comum que o longa vencedor do prêmio do sindicato dos atores vença também o Oscar de Melhor Filme. Comum, sim. Certo, jamais.

Quem vota nas premiações dos sindicatos de todas as categorias são exatamente os membros desses sindicatos. Diretores votam no prêmio do Sindicato dos Diretores, produtores no dos produtores, atores no seu sindicato e assim sucessivamente, em cada uma das “guildas”, como se costumam chamar essas entidades.

Já para a categoria principal do Oscar, a de Melhor Filme, quem vota são os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que é composta por pessoas de todas essas áreas. Atores, diretores, produtores, técnicos de som, de fotografia, músicos etc. Ou seja, embora a Academia seja composta majoritariamente por atores (que corresponderiam aos votantes do SAG), ela não é composta APENAS por atores. E é aí que entram as (pouco comuns, mas possíveis) divergências entre os prêmios dos sindicatos e o Oscar.

Para exemplificar de forma mais prática, dos anos 2000 para cá, tivemos alguns vencedores do prêmio principal do SAG que não venceram como melhor filme no Oscar: Histórias Cruzadas (2012); Bastardos Inglórios (2010); Pequena Miss Sunshine (2007); Sideways: Entre Umas e Outras (2005); Assassinato em Gosford Park (2002); e Traffic (2001).

Sem contarmos o SAG deste ano, pois ainda não sabemos o resultado do Oscar, em 14 premiações do sindicato, seis delas não bateram com o prêmio da Academia na categoria principal. Ou seja, não dá para tomarmos como regra que o vencedor de um será premiado no outro nessas duas categorias.

Mas e nas categorias individuais?

Embora as divergências nas categorias individuais sejam um pouco menores que as de elenco, também é difícil afirmar com toda certeza que o ator ou atriz que vence em um prêmio também será laureado no outro. Ainda observando os prêmios entregues nos anos 2000, pelo Oscar e pelo SAG, podemos perceber algumas discrepâncias.

MELHOR ATOR
2001: Russel Crowe (Oscar) e Benicio Del Toro (SAG). Mas, vale ressaltar que Del Toro concorreu ao Oscar como coadjuvante, e venceu.
2002: Denzel Washington (Oscar) e Russell Crowe (SAG);
2003: Adrian Brody (Oscar) e Daniel Day-Lewis (SAG);
2004: Sean Penn (Oscar) e Johnny Depp (SAG);

MELHOR ATRIZ
2000: Hilary Swank (Oscar) e Annette Benning (SAG);
2003: Nicole Kidman (Oscar) e Renée Zellweger (SAG);
2008: Marion Cotillard (Oscar) e Julie Christie (SAG);
2009: Kate Winslet (Oscar) e Meryl Streep (SAG). Porém, Kate concorreu ao SAG como coadjuvante, e venceu;
2012: Meryl Streep (Oscar) e Viola Davis (SAG).

ATOR COADJUVANTE
2001: Benicio Del Toro (Oscar) e Albert Finney (SAG). Mas Del Toro venceu o SAG de Ator, citado acima;
2002: Jim Broadbent (Oscar) e Ian McKellen (SAG);
2003: Chris Cooper (Oscar) e Christopher Walken (SAG);
2006: George Clooney (Oscar) e Paul Giamatti (SAG);
2007: Alan Arkin (Oscar) e Eddie Murphy (SAG);
2012: Christoph Waltz (Oscar) e Tommy Lee Jones (SAG).

ATRIZ COADJUVANTE
2001: Marcia Gay Harden (Oscar) e Judi Dench (SAG);
2001: Jennifer Connely (Oscar) e Helen Mirren (SAG);
2008: Tilda Swinton (Oscar) e Ruby Dee (SAG);
2009: Penélope Cruz (Oscar) e Kate Winslet (SAG), ver anotação de melhor atriz.

Ou seja, embora um ou outro nome desponte como favorito para vencer o Oscar, principalmente após vencer o SAG, nem sempre isso é garantia de que esse favoritismo vá se confirmar. Falaremos mais sobre as chances de todos os indicados nas categorias de atuação do Oscar em um outro post, mais adiante.

Em relação ao prêmio de Melhor Filme, é bom ficarmos ligados na premiação do Sindicato dos Produtores, que acontece nesse domingo (19), o Producers Guild Awards. Principalmente porque, em 24 edições da premiação, apenas em sete ocasiões o vencedor não foi o mesmo do Oscar, sendo que a última vez em que isso aconteceu foi em 2007, quando Pequena Miss Sunshine venceu o PGA, mas perdeu o Oscar para Os Infiltrados.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Jornalista e crítico de cinema. Coautor do livrorreportagem Cine Belas Artes: Um Olhar Sobre os Cinemas de Rua de São Paulo. Acha O Poderoso Chefão o melhor filme do mundo, mas torce todos os dias para assistir a algum que o supere. Ainda não encontrou, mas continua buscando. E-mail: carlos@setimacena.com // Letterboxd: @CarlosCarvalho